sábado, 31 de dezembro de 2011

New Year's decisions.

Adoro a forma como me fazes rir, amo a forma que me amas. Mas eu não te amo, nem nunca amei... Desculpa. A vida é ingrata, para mim, para ti... Mas prefiro estar sozinha a viver uma mentira. Detesto mentiras. Nem tão pouco consigo entender ou explicar como me permiti viver esta mentira por tanto tempo. Como tu próprio disseste, por vezes o que fazemos de errado regressa, e o que fizemos para prejudicar alguém, acaba eventualmente por nos prejudicar a nós. What goes around, comes around... Nunca foi minha intenção fazer-te sentir miserável, mas aconteceu. E a vida continua, o novo ano está à porta e temos de seguir em frente. Até eu estou ferida. Cruzamos a nossa vida com tantas pessoas diferentes... Algumas boas, outras más. Mas o meu bom não será necessariamente o teu. Tens de te entregar mais às pessoas, assim como te entregaste a mim. Certamente encontrarás quem te faça feliz num Mundo repleto de pessoas diferentes.
Quanto a mim... é uma das minhas decisões para 2012. Me, myself and I. Decidi fechar-me no meu próprio mundo novamente. Não pretendo que ninguém volte a entrar nele. Permiti, falhei, saí magoada. Chega.
E eu sou tanta coisa... Sou fantástica, sedutora, sexy, inteligente, carinhosa, responsável, organizada, simpática, louca, refilona, exigente. 2012 aproxima-se e precisamente um ano depois da minha principal mudança de vida, irei realizar outra. Irei estar centrada em mim, na minha vida. Não voltarei a permitir doces mentiras no meu ouvido de modo a viver uma ilusão longa ou reduzida.
A Alice continuará. Sorridente com o brilho do sol estampado no seu olhar. E tu que me conheces - como diz a música - se um dia me vires na rua, sorri mas continua.

4 comentários:

O Santo Diabinho disse...

Alice

Naveguei até ao teu espaço, meio perdido, meio sem rumo.
Aproveitei por navegar nas tuas palavras... inquietas, intensas...
Sem dúvida que merecem uma leitura mais prolongada e paciente.

Só uma pequena anotação em relação aos teus desejos de ano novo. Por vezes é bom subirmos ao castelo e ficarmos lá fechados. Defesas subidas, muralhas bem levantadas e longe de qualquer ataque possível. Faz muito bem à alma e ao corpo um afastamento, um tempo para ti e para os teus pensamentos. No entanto a torre do castelo pode-se tornar monótona para uma mente tão inquieta como a tua parece ser. Necessitas de garantir um meio termo...

Leio-te
Sigo-te

Beijo

SD disse...

Existem Mil Razões Para Ser Feliz e a felicidade nunca vem sozinha, traz sempre consigo um saco de presentes, é divina e comove com sua humanidade. Paz, amor, saúde são a base do seu banquete.
Todas as receitas de felicidade são válidas: umas é o dinheiro, outras tempo para namorar e dançar, outras pedem paciência, e outras ainda paz própria e a do mundo... Felicidade também pede sexo nalgumas receitas, assim como beijos e gelados de chocolate.
Felicidade não tem garantias e é uma obrigação de todos nós a procurar sempre, mesmo sabendo dos riscos de se magoar pelo caminho.
Todos nós precisamos de algo que nos incomode, que nos desafie todos os dias, que nos retire dos nossos comportamentos individualistas. É ela quem nos alerta, nos ajuda a reinventar a vida todos os dias. No entanto, idealizar que o/a parceiro/a é a fonte da felicidade tem dois lados maus:

- Quando se está só, a pessoa desvaloriza as outras muitas conquistas da vida, que são muito importantes também, e que passam desapercebidas.
- E quando se consegue alguém e o relacionamento atinge o ideal de felicidade, se nãos e continuar a procurar a felicidade existe o risco de a perder.


Não, o próximo passo nesse texto não é o de dizer como realizar o sonho de ser feliz em qualquer âmbito, ainda mais com relação ao amor. Como já disse acima, cada um tem a sua própria receita. E acredito que a felicidade depende da maturidade, já que essa mesma maturidade pode ser uma das coisas mais chatas que essa nossa civilidade nos impõe.
Felicidade é poder manter algo de quando tínhamos 5 anos de idade e não sermos taxados de infantis e imaturos, é a força bruta do desejo, que dá impulso para que tudo o mais se realize.
Felicidade não é um artigo de consumo, não há como transformá-la em remédio. Quando se gosta de alguém, a tendência é ficar mais vulnerável. Amar é suportar ser ridículo (como todas as cartas de amor!). A paixão pode ser chamada de felicidade, mas quando se transforma num ideal de vida, fica super-valorizada e representa um perigo.

Fica bonita no cinema, na literatura, mas é muito triste, para não dizer trágico, na vida real.
Daí personagens como Romeu e Julieta, Tristão e Isolda, Guinever e Lancelot... Morreram porque tentaram eternizar a paixão. Quando os envolvidos querem manter essa paixão intocável, quando não suportam a mudança ou algum tipo de interferência, acabam selando compromissos de morte, até a de si mesmo! Transformar o amor em remédio, é assim, também algo de muito perigoso.

Uma relação amorosa tem dois lados: o afectivo e o sensual. O afectivo é cuidado, segurança, companheirismo e por isso, repetição. Já o sensual é o inventivo, uso sexual recíproco e ainda tem um outro lado enigmático. Há sempre uma diferença radical entre dois parceiros: amor é o nome que se dá à ponte que transpõe TEMPORARIAMENTE essa distância entre eles. Mas a diferença irá sempre se manifestar, é inevitável.
A Felicidade é ténue, um encontro provisório, não é standard, nunca é física.

Pois é! Não há caminhos nem receitas certas para a felicidade, nem todos esses caminhos são tão simples de seguir, ela dá trabalho para ser conquistada, mas saber que existe e que os seus possíveis caminhos, estão em nós mesmos, é mais do que reconfortante.

E ser feliz sem razão alguma é o máximo, o supra sumo...

cláudiagomes. disse...

http://vsilvaa.blogspot.pt/ - Procura o texto cujo título é "desculpa!" pois foste plagiada.

Wonderland Alice disse...

Ainda li parte desse blogue, mas acabou por ser apagado há coisa de minutos atrás. Grata pelo aviso Cláudia.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Wonderland Alice. Design by Exotic Mommie. Provided By Free Blogger Templates | Freethemes4all.com
Free Website templatesfreethemes4all.comLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesFree Soccer VideosFree Wordpress ThemesFree Web Templates